“Juventude e Cidadania”: Centro MAGIS Anchietanum realiza Espaço de Coordenadores

Compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

O evento contou com a parceria da Pastoral da Juventude RegionaL Sul I e a presença do Deputado Federal Guilherme Boulos

Beatriz Punça via Centro MAGIS Anchietanum  

No final de semana do dia 12 ao dia 14 de abril, o Centro MAGIS Anchietanum sediou mais uma de suas atividades: Espaço de Coordenadores, um lugar de troca de experiências e de aprendizado, construído a partir da realidade dos grupos de jovens, com a intenção de oferecer ferramentas e recursos metodológicos para o trabalho dos/as coordenadores/as, lideranças, membros/as e assessores/as de grupos juvenis.
Nessa atividade, o Centro buscou trazer as reflexões mais recentes a respeito do fenômeno juvenil e da realidade pastoral. A proposta foi baseada nas cinco dimensões da formação integral e organizada a partir de quatro eixos temáticos: metodologia; mística e espiritualidade; cidadania; relações humanas.

Fotos: Equipe de audiovisual do Guilherme Boulos / Ronnaldh Alexandre

Evento de abertura

A edição de abril abordou o tema “Juventude e Cidadania” e coincidiu com o período da Semana da Cidadania (Sdc) das Pastorais de Juventude da Igreja no Brasil, uma atividade formativa permanente trabalhada todos os anos à nível nacional e em sintonia com a CNBB, que esse ano teve como tema: “Caminhos para a empatia: Superando a aporofobia no exercício da cidadania.” E lema: “Construindo pontes: Juventudes na luta contra a exclusão social e a aversão aos empobrecidos.”

Na sexta (12), o início do EDC contou também com a abertura da Semana da Cidadania da PJ do Regional Sul 1. A primeira conferência foi protagonizada pela Deputado Federal Guilherme Boulos que se debruçou a partir do tema e lema da Semana da Cidadania, através de uma contextualização histórico-social, da identificação da exclusão social e pistas de como superar e combater a aporofobia em São Paulo. Alguns dos/das presentes realizaram perguntas voltadas ao tema que confirmaram a necessidade de seguir aprofundando pautas como essa.

Fotos: Equipe de audiovisual do Guilherme Boulos / Ronnaldh Alexandre

No segundo bloco da abertura, a Coordenadora Nacional da PJ, Mônica Moreno, e Geovana Chaves da Coordenação Regional, ambas à serviço do Regional Sul 1, apresentaram o histórico da Semana da Cidadania e sua importância, além de apresentarem também algumas dicas de como aproveitar da melhor maneira o material publicado.

Para encerrar a noite, os/as presentes foram convidados/as a fazer perguntas, ressonâncias e partilhas, sobre a utilização do material das atividades permanentes em outras edições e nesse momento, um importante ressoar intergeracional foi realizado, no qual diversas pessoas, cada uma com sua bagagem e experiência, apresentou caminhos para trabalhar assuntos como esses em grupos juvenis, das mais variadas realidades.

Fotos: Equipe de audiovisual do Guilherme Boulos / Ronnaldh Alexandre

Espaço de Coordenadores

A partir do tema Juventude e Cidadania, os jovens presentes tiveram a oportunidade de trabalhar temáticas como: Realidade e relações sociais; Participação e políticas públicas de juventude; Direitos Humanos; Cristianismo e cidadania.

No sábado, dia 13 de abril, a turma que permaneceu no Centro para dar continuidade ao EDC, dedicou a parte da manhã para aprender ou/e se aprofundar sobre análise de conjuntura, a partir de exercícios práticos, com notícias atuais a partir da conjuntura do tempo em que Jesus viveu, identificando os principais elementos a serem analisados em cada um dos contextos.

Além disso, no “Circuito de Direitos Humanos”, puderam vivenciar, a partir de oficinas culturais e artísticas, como esses direitos podem ser traduzidos e reivindicados de diversas formas, para isso, contamos com os/as convidados/as Larissa Barreiros, Ronnaldh Oliveira, Kaylane Ribeiro e Pedro Melo.

Para encerrar, os/as jovens refletiram toda a manhã do domingo sobre o compromisso social do cristão, com a contribuição dos pastoralistas Caci Amaral e do Thiesco Crisóstomo.

MAGIS ANCHIETANUM REALIZA ESPAÇO PROJETO DE VIDA COM MÓDULO “QUEM SOU EU?”

“Percebo que começo a me apaixonar, também, pela minha existência” – palavras da jovem Sabline Leite Santana, de 26 anos ao concluir o primeiro módulo do Espaço Projeto de Vida

Centro MAGIS Anchietanum promove oficinas de Projeto de Vida na Vila Prudente (SP)

A iniciativa buscou não apenas oferecer conhecimento técnico, mas também promover o empoderamento e a inclusão social dos jovens moradores da Vila Prudente

Centro MAGIS Anchietanum realiza Vigília de unidade dos cristãos

As vésperas da Solenidade de Pentecostes, Centro MAGIS Anchietanum reúne jovens para rezar em prol da unidade dos cristãos

Colaboradores do Centro MAGIS Anchietanum se reúnem na Vila Anchieta para rezar a vida, o chamado e o serviço

Com um grupo de 24 participantes, dentre eles, funcionários e colaboradores externos, a proposta para esses dois dias foi de se debruçar sobre três temas centrais: vida, chamado e serviço.